Fórum de Didática

Não é preciso ir muito longe para comprovar os resultados da pesquisa de Carlos Gil, tenho duas adolescentes em casa cursando o ensino médio. Por exemplo o item 2: A avaliação conduz a injustiça. Cansei de ouvi-las reclamar que estudaram um monte de matéria e só caíram uma ou outra coisa que nem estavam nos textos estipulados. Ou como no item 8: As avaliações desestimulam a expressão dos juízos pessoais dos alunos. Quantas vezes elas já me contaram que responderam exatamente o que o professor queria, embora tinham uma opinião diferente ou mais ampla, apenas para conseguir a nota desejada sem criar controvérsias. E ainda pior no item 13: As exigências da avaliação dificulta o avanço dos estudantes. Minhas duas filhas são boas alunas, gostam de estudar, de ler, de interagir em sala. Mas como é óbvio elas são pessoas diferentes com facilidades e dificuldades distintas. Essa individualidade é totalmente desconsiderada quando as avaliações são preparadas tendo em vista apenas um programa a cumprir, cujo aprendizado dos alunos será o objetivo de avaliação. Cada aluno tem seu ritmo de aprender, e precisa ser estimulado a prosseguir descobrindo novas ligações de conhecimento. Sem dúvida as avaliações precisam ser “reavaliadas”. É lógico que sempre será necessário um meio de descobrir se nossos alunos estão absorvendo o conhecimento. Entretanto mudanças são nitidamente essencial neste caso.

Nota máxima: 25 / 25

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s